29/08/16

Abençoada semana!


A tela está assinada. 

26/08/16



25/08/16

Dança Flamenca



Desconheço autoria da imagem. 

24/08/16

Cigana do Pandeiro 


23/08/16

Ciganas do Dia



22/08/16



21/08/16




Que a Estrela Cigana ilumine sua estrada!

03/08/16

Cigana Madalena


Pintura de Maria do Carmo da Hora

02/08/16

Gitana do Dia


A tela está assinada. 

01/08/16



31/07/16

Gitana do Dia


Desconheço autoria da imagem.

30/07/16

Carta Lua – Saudade e Paixão


A Lua representa a figura feminina e passiva, intuitiva e fecunda; está ligada ao campo emocional, a psique humana, aos sentimentos ocultos e ao instinto. É uma carta que revela os sonhos, os romances, o inesgotável universo sentimental e onírico inerente ao ser humano.


Não raro, a influência desta lâmina remete à saudade, a um período de querer estar simultaneamente no passado por meio de lembranças, no presente através dos anseios, no futuro devido as fantasias ou em nenhuma das estações da mente barradas pela frustração da ansiedade. A carta Lua indica que o agora e o depois de confundem, as sensações de prazer e dor se misturam, bem como as percepções de perto ou longe, de certo ou errado. Porém, indiferente das limitações de tempo e espaço, a Lua denuncia a alma apaixonada que vaga nas profundezas do espírito por vezes agitada como o mar revolto, em outros instantes, suave como a brisa das tardes de outono. Esta carta assinala imaginação ativa, as quimeras de amor, as ilusões passionais, as utopias e os doces suspiros advindos da melancolia - enlaces mágicos de insegurança e de esperança que envolvem o ser enamorado.    

Valéria Fernandes
Carta Lua de diversos Baralhos Ciganos 

28/07/16

Gitana do Dia


27/07/16

Cigana do Deserto


Desconheço autoria da imagem. 

26/07/16

Gitana do Dia


25/07/16



24/07/16

Opchá!


22/07/16

Cigana do Dia


20/07/16

Carta Ramalhete

“Gentileza gera gentileza”



Há um conhecido ditado popular que diz assim: “Gentileza gera gentileza”, e com tão sábio “conselho”, como ainda ficar indiferente a este?! A carta Ramalhete muitas vezes alerta para que se dê mais atenção aos detalhes, indica para ir além do esperado por outrem. Pois, uma vez que se acredita estar fazendo pequenos gestos, pode-se realizar grandes diferenças no final do dia. Uma ação educada, um favor, um afago, uma dica, um ensinamento, um elogio ou mesmo um simples sorriso são acenos que expressam e movimentam os sentimentos de harmonia e de troca – sensações com cargas afetivas maiores que as próprias atitudes.  Não se pode negar que a gentileza de quem oferece uma flor é sempre gratificante, pois quem a entrega fica com seu perfume em mãos e com sua beleza na memória para ilustrar a mente e o coração quantas vezes forem necessárias para alento íntimo. 
         Seja gentil!

Valéria Fernandes
Carta Ramalhete do Baralho Sorte Lenormand 

19/07/16

Cigana do Dia


18/07/16

Força Cigana



Sem que se veja com os olhos da matéria, os olhos espirituais atentos sempre enxergarão uma iluminada Cigana a rodopiar ao seu redor. Ela traz júbilo nos dias melancólicos, colorido para os dias cinzas e festa para os corações desmotivados. A Cigana toca suas castanholas, gira sua saia e perfuma com rosas e alecrim aqueles que dela precisam. Quem pela Cigana clama com fé e humildade, recebe as vibrações abençoadas e ganha forças para revigorar a alma e jamais se entorpecer.

Valéria Fernandes
Pintura Cigana de Maria do Carmo da Hora

16/07/16

Ciganinha do Dia


Desconheço autoria da imagem. 

15/07/16

Dica da Cigana



A angústia é sempre uma bênção, mas só quem tem fé no futuro sabe das alegrias contidas nas horas de aflição. Portanto, acalma teu coração, pede paciência ao Alto, que não demora, e o bálsamo consolador te avisará dos dias aprazíveis que virão ao teu encontro. Busca o aprendizado com os desgostos e os contratempos, e logo verás o quão necessário é instruir-se com os períodos de fragilidade para fortalecer a alma.    

Valéria Fernandes
A tela está assinada. 

14/07/16

Cigano Pablo


A pintura está assinada. 

13/07/16

Cigana Aganara


12/07/16

Indiana do Dia


11/07/16

Reflexão  



“Muita gente quer desenvolver vidência, psicografia, desenvolver isso, desenvolver aquilo. Por que não desenvolve antes o trabalho, a bondade, a paciência e a compreensão?”  

Chico Xavier
Desconheço autoria da pintura

09/07/16

O Cavaleiro – Um aventureiro


Não há como ficar imune aos encantos de quem está sob a energia da carta Cavaleiro. O indivíduo que exala esta vibração demonstra muito bom ânimo, dinamismo, iniciativa, vigor e empolgação que encanta todos ao seu redor.  O otimismo parece ser um lema a ser seguido, uma vez que a vontade de alcançar os próprios desejos ecoa como a ação em si, já realizada. Uma pessoa representada por esta lâmina enxerga o dia de amanhã como sendo sempre o melhor em razão de seu espírito aventureiro e sua ânsia por ininterruptas inovações.




Os constantes desafios que requerem reboliços e mudanças fugazes são os mais procurados pelo ser que encarna o papel do Cavaleiro, pois a rotina não faz parte de seu cotidiano. Os aspectos negativos que esta carta aponta dentro desse contexto é não se prender a nada, não criar raízes, evitando assim laços emocionais que deixam um grande vazio nas relações pessoais. O indivíduo representado pelo Cavaleiro além de ser imediatista, se torna egocêntrico sem se dar conta, intolerante a mesmice e sem critério do que é melhor para sua vida. “Cavalga” em círculos de euforia e não cruza jamais a reta final.    

Valéria Fernandes
Carta Cavaleiro do Tarô Cigano

08/07/16

Bênção Cigana




“Ke Dhielo blagoe thire vaz, thire aka y thire mui!”
Que Deus abençoe suas mãos, seus olhos e sua boca!


Desconheço autoria da imagem. 

07/07/16



05/07/16

Ciganos do Dia


As tela estão assinadas.  

03/07/16

Cigana do Dia


02/07/16

Gitana do Dia


Desconheço autoria da imagem. 

01/07/16



30/06/16

Oráculo das Cores - Cor Preta


O preto é uma cor que reflete grandes incômodos advindos de sua associação simbólica com o mistério, a magia, o azar, a aversão, o medo, os sentimentos ocultos, a opressão, a dor, a angustia, o pessimismo, a inveja, a solidão e a morte física. Entretanto, esta nuance pode ser atraente quando vista pelo prisma que representa introspecção, sobriedade, ordem e encerramento, apontando para um final de ciclo que pode ter grande relevância quando bem aproveitado.


O mês de junho termina hoje e a cor preta carrega consigo a proposta do desprendimento e do desfecho positivo em vários níveis, desde a resignação quanto a necessidade de abandonar voluntariamente os velhos hábitos para que tão logo a renovação instaure boas e novas diretrizes. O preto anuncia o fim das aflições, dos pesares, das inseguranças e dos erros, restaurando a liberdade do livre pensar e agir. É tida como uma cor neutra ou como não-cor, mas que inspira frescas estruturações para quem deseja arrematar com otimismo um período que precisa ficar em seu lugar: no passado.      

Valéria Fernandes
Desconheço autoria da imagem.

29/06/16

Cigana do Dia


A tela está assinada. 

28/06/16

Amor Cigano


Desconheço autoria da imagem. 

27/06/16

Dica da Cigana



Livre-se de todo sentimento de culpa por não alcançar seus objetivos caso esteja batalhando esforçadamente por eles, o remorso só é permitido atuar quando tem como finalidade reconhecer os erros e em seguida repará-los, caso contrário, é um peso que deverá desqualifica-lo por impotência sobre você. Canalize sua força mental para edificar outros anseios paralelos e superar os obstáculos que sempre surgem no caminho, assim tomará o pulso de sua vida sem perder a confiança por meio do autocontrole salutar. E se ainda assim a culpabilidade assombrar alguns de seus dias, seja indulgente para consigo mesmo e conscientize-se de que fez o seu melhor - atitude digna apenas dos fortes - uma vez que os fracos não têm coragem de enfrentar a si mesmo, que dirá de lutar com veemência em causa própria. 


Valéria Fernandes

26/06/16

Sorte na Borra de Café


Pintura de Mahmud Feteeh 

25/06/16

Gitana do Dia


Desconheço autoria da imagem.  

24/06/16



23/06/16

Cigana do Dia


20/06/16

Carta para a semana: Velha Senhora



A ideia de independência na cultura dos dias atuais vulgarizou-se de tal forma que ficou explicitamente relacionada aos ganhos financeiros, à prosperidade material e à busca por segurança prática, deixando assim graves lacunas na alma que anseia bem além do suporte tangível. A carta Velha Senhora avisa que é momento de se desprender das normas, das regras, das rotinas, das hierarquias e de todo cativeiro que aprisiona o Eu e impede a evolução da essência íntima. É um sábio convite que a experiência da Velha Senhora faz para que se tome às rédeas da vida através da capacidade de desenvolvimento interno rumo à emancipação da psique. A autossuficiência moral, intelectual e espiritual em nada se conecta as finanças, ao contrário, esta autonomia do espírito impede de esmagar o livre pensamento que liberta o ser de qualquer clausura imposta por fatores externos e materiais. Para esta semana, a conquista por novos espaços e visões interiores são garantias de sensatez e equilíbrio.  

Valéria Fernandes

Carta Velha Senhora do Baralho Sibila da Antevisão 

19/06/16

Cigana das Rosas


Desconheço autoria da imagem.

18/06/16

Guias Espirituais Ciganos  


Uma grande quantidade de pessoas acredita ter Guias Espirituais Ciganos sem jamais ter tido contato com estes, na maioria das vezes busca os nomes de seus supostos Protetores na tentativa de conectá-los, e só depois conhecê-los. Em muitos casos, os crédulos em demasia são sugestionados por terceiros irresponsáveis que escrevem sobre o assunto sem o menor critério ou por quem se acha contemplado com a verdade do Universo Invisível.

A lógica mostra que, ao se identificar com a vida nômade ou com as danças, músicas, vestimentas, predições, rituais, magias e superstições de origem cigana não faz do indivíduo um ser que tenha Espíritos Ciganos por perto, significa simplesmente que este tem afinidade de gostos e predileções por alguns hábitos específicos da cultura cigana, o que o faz confundir crença com atração. 


O acompanhamento de Espíritos Ciganos ou de outra natureza é uma condição inerente aos Espíritos encarnados, é o auxílio enviado pelo Alto para sustentar os indivíduos em suas tarefas na Terra - todos têm assistência, muito embora grande parte dos encarnados não sente ou não sabe que tem um Espírito Protetor, sendo assim, ficam volúveis de enganações quanto à natureza do Espírito. Em contrapartida existem os médiuns que têm acesso ao plano espiritual, condição que facilita identificar quais as espécies de Espíritos que os rodeiam.

Diante dos fatos apresentados, outros tantos fatos devem ser observados para se chegar a uma conclusão sem indicação de outra pessoa, e o mais eficaz no caso é a “experiência própria”. Quando os Espíritos necessitam ou querem se fazer conhecer aos seus protegidos o fazem de diversas maneiras que devem ser consideradas, eis as mais comuns: pode ser por sonhos (revelam-se com certa frequência); mostram-se visualmente no estado de vigília dos médiuns (visões); falam diretamente quem são, seja por uma voz que sai do ambiente ou por uma voz interior que o médium sabe que não partiu dele a iniciativa (audição); através da incorporação (o Espírito se liga mentalmente ao médium de tal forma que pode falar e gesticular em seu lugar) e também pelas mensagens escritas (psicografia).  

Nada mais seguro para saber a origem de uma Entidade Espiritual do que ter paciência, moderação, equilíbrio, discernimento, e em tempo algum se deslumbrar com as impressões de familiaridade com os gostos das Entidades, por mais verídicas que pareçam ser. O Espírito Cigano que deseja ser conhecido por seu tutelado sabe como se identificar sem a intervenção de outrem, pois são prudentes, sábios e evoluídos.


Valéria Fernandes 

17/06/16

Cigana do Jarro


15/06/16

Ciganos do Dia


14/06/16

Gitana do Dia


A tela está assinada.

13/06/16



Pintura de Maria do Carmo da Hora

12/06/16

Amor Cigano



O verdadeiro amor resiste quando há o encontro de almas predestinadas, caso contrário, é paixão que arde, queima e incendeia, e não demora em virar cinzas de uma única existência corpórea.

Valéria Fernandes
A tela está assinada.