25/03/2017

Cigana do Dia


23/03/2017

Indiana do Dia


Desconheço autoria da imagem.

22/03/2017

Mediunidade

Ser médium não é simplesmente fazer-se veículo de fenômenos que transcendem a alheia compreensão. Acima de tudo, é indispensável entendamos na faculdade mediúnica a possibilidade de servir, compreendendo-se que semelhante faculdade é característica de todas as criaturas.  

Acontece, porém, que o homem espera habitualmente pelas entidades protetoras em horas de prova e sofrimento, para arremessar-se ao estudo e ao trabalho quase sempre com extremas dificuldades de aproveitamento das lições que o visitam, quando o nosso dever mais simples é o de seguir, em paz, ao encontro da Espiritualidade Superior, movimentando a nossa própria iniciativa, no terreno firme do bem.


A própria natureza é pródiga de ensinamentos nesse particular. A terra é médium da flor que se materializa, tanto quanto a flor é medianeira do perfume que embalsama a atmosfera. O Sol é o médium da luz que sustenta o homem, tanto quanto o homem é o instrumento do progresso planetário. 

Todos os aprendizes da fé podem converter-se em médiuns da caridade através da qual opera o Espírito de Jesus, de mil modos diferentes, em cada setor de nossa marcha evolutiva. Ampara aos teus semelhantes e encontrarás a melhor fórmula para o seguro desenvolvimento psíquico. Na plantação da simpatia, por intermédio de uma simples palavra, estabelecemos, em torno de nós, renovadora corrente de auxílio.

Não aguardes o toque de inteligências estranhas à tua, para que te transformes no canal da alegria e da fraternidade, a benefício dos outros e de ti mesmo. Podes traduzir a mensagem do Senhor, onde quer que te encontres, aprendendo, amando, construindo e servindo sempre, porque acima dos médiuns dessa ou daquela entidade espiritual, desse ou daquele fenômeno que muitas vezes espantam ou comovem, sem educar e sem edificar, permanecem a consciência e o coração devotados ao Supremo Bem, através dos quais o Senhor se manifesta, estendendo para nós todos a bênção da vida melhor.


- Em torno da mediunidade -
 Capítulo 10 do livro Mediunidade e Sintonia
Autoria de Chico Xavier ditado por Emmanuel

21/03/2017

Cigana do Dia


20/03/2017

Cigana do Ouro



A Cigana do Ouro deve ser chamada não para nos fazer ricos, e sim para nos guiar pelos caminhos que levem tanto ao trabalho como à remuneração. Ela inspira a criatividade, a força e o bom-ânimo para seguirmos em frente quando o cansaço e as decepções querem nos abater. Esta Cigana desbloqueia o negativismo e as limitações mentais, sugere ideais frutíferas, potencializa os talentos inatos, evidencia as aptidões e dilui as hesitações. De forma sutil ou direta, a Cigana do Ouro mostra as oportunidades compatíveis com a realidade de quem por ela clama, e, por meio da fé daquele que roga por seu auxílio, esta Cigana instiga a autoestima e motiva seus protegidos a terrem atitudes firmes e fecundas para alcançar a prosperidade e o crescimento de acordo com que cada um necessita. 

No momento de fazer pedidos para Cigana do Ouro os incensos sugeridos são de rosa branca para limpeza, de canela para autoestima e de sândalo para aguçar a intuição e sentir a presença benfeitora da Cigana. As cores dourado e amarelo são as utilizadas para ofertá-la velas, fitas e flores. Outro recurso para atrair a energia da Cigana do Ouro é ter sempre um pequeno pote de moedas douradas no altar ou em outro local reservado às orações.

Valéria Fernandes
Desconheço autoria da imagem.  

19/03/2017

Cigana Aurora


A ilustração está assinada.

18/03/2017

Cigana Cartomante



Durante esses nove anos do Vida Cigana poucas foram as pinturas vistas por mim que, ao retratarem uma cigana cartomante, esta faz uso de um tarô clássico. A maioria dos artistas, principalmente os brasileiros, mostram cartas de baralhos ciganos, outros apresentam cartas de baralho comum ou pinceladas indefinidas. Na arte de Cordona pode-se apreciar quase no todo o uso de arcanos maiores e arcanos menores do Tarô de Marselha. As minúcias de uma tela encantam e fazem a diferença para quem preza pela maestria.        

Valéria Fernandes

16/03/2017

Cigana Samara


A tela está assinada.

15/03/2017



14/03/2017

Cigana do Dia


Desconheço autoria da imagem. 

13/03/2017



12/03/2017

O Cão - Carta da Semana



A carta O Cão do Baralho Cigano prenuncia dias de carinho e de sentimento de segurança nas relações interpessoais, revela solicitude, amparo, confiança e apoio desinteressado. No campo profissional indica a possível intervenção de uma pessoa afável e escrupulosa, cujos objetivos têm como alicerces o acolhimento e a proteção. A lâmina 18 é um incentivo para sair da rotina, para se desprender do constante estado de vigília que as obrigações impõem, e assim ceder espaço à informalidade, cunhando aberturas para vivências que recriam o cotidiano de forma alegre, lúdica e prazerosa. Afrouxado o nó do paletó ou descendo do salto, tudo tende a ser mais simples, pois uma mente despojada está sempre apta a captar o que ainda não foi visto e novos prismas poderão render boas e inusitadas situações. O conselho do Cão como Carta da Semana é baixar a guarda para tudo que é costumeiro e que exige pronta diligência, e se deixar levar pela descontração.   

Valéria Fernandes
Carta Cão de diversos baralhos ciganos

11/03/2017

Cigana do Dia


10/03/2017

Cigana do  Dia


Tela assinada.

09/03/2017

 Aniversário do Blog Vida Cigana



O Blog Vida Cigana completou 9 anos no dia 4 deste mês, e mesmo de férias, não quis deixar passar uma data tão significativa em brancas nuvens, ainda que com um pouco de atraso. Agradeço aos meus Guias Ciganos, a Caravana de Luz que me acompanha e aos leitores assíduos e aos visitantes esporádicos. Quando criei o Vida Cigana em momento algum me ocorreu que fosse fazer parte do meu cotidiano, apenas queria um lugarzinho para juntar algumas peças que via sobre a cultura cigana que me acompanhavam desde sempre, no entanto, sem pretensão prévia, dividi experiências, abordei caminhos para o crescimento íntimo, trouxe mensagens que os Filhos do Vento confiaram a mim, partilhei o conhecimento sobre cartas, cores e oráculos diversos, evidenciei a arte nacional e internacional com a temática em questão, esclareci o que estava ao meu alcance para um bom desenvolvimento espiritual no âmbito dos meus conhecimentos e fiz belas parcerias entre outras alegrias. Pelo retorno que tenho recebido durante esses 9 anos posso garantir que me sinto honrada por fazer parte da “vida cigana” de muitos. Gratidão é o sentimento que dedico a todos!  

Valéria Fernandes

24/02/2017

Cigana do Dia


22/02/2017

Beleza Gitana


21/02/2017



17/02/2017

Cigana do Dia


A tela está assinada.

16/02/2017

Alerta da Cigana



Uma semente do bem pode ser plantada todos os dias e a qualquer hora, porém, se não for devidamente regada, jamais florescerá. É assim que se dá o progresso ou o retardamento da alma humana, através da atitude em prol de si e do próximo ou da omissão que nutre a negligência. Certamente que há sempre uma escolha a fazer e consequências para colher.       

Valéria Fernandes
A tela está assinada

14/02/2017

Alegria Cigana


Desconheço autoria da imagem.

13/02/2017

Cigana Carmem


Desconheço autoria da imagem.

12/02/2017



“A verdadeira família é aquela unida pelo espírito e não pelo sangue.”  

Zíbia Gaspareto 

11/02/2017

Cigana do Dia


10/02/2017

Cigana Maria Rosa


A tela está assinada. 

09/02/2017

Indiana do Dia


Desconheço autoria da imagem.

08/02/2017



07/02/2017

Carta Trevo – Escola Europeia ou Brasileira?

A Carta Trevo é uma das mais controversas nos Baralhos Ciganos, uma vez que alguns decks mostram trevos de três folhas misturados aos de quatro folhas, outros mostram somente os trevos de quatro folhas e há quem os evite. Em certos decks a iconografia da lâmina 2 tem um trevo de quatro folhas aleatório em meio às pedras, troncos de árvores cortados e objetos amontoados para fazer mera figuração. O trevo de três folhas é um símbolo irlandês associado a São Patrício que representa a Santíssima Trindade, já no Brasil a crença de boa sorte está no trevo de quatro folhas que é menos comum na natureza tornando-o objeto de sorte e cada folha tem um significado (esperança, fé, amor, sorte).  Dualidade que leva ao embate cultural na hora da interpretação - Sorte ou azar? Escola Europeia ou Escola Brasileira?


Os autores brasileiros, quase que em sua maioria, elegeram a lâmina Trevo como “obstáculos”, evidenciando as dificuldades, o negativismo, a limitação, o desgosto, as barreiras e as desordem exterior e interior. Esta carta remete aos tropeços, à insegurança, à quebra de harmonia, às desventuras, ao pessimismo, à falta de força interior e à fragilidade. Aponta para “as pedras de tropeços”, tanto que, existem baralhos que esta carta aparece com o nome de “As Pedras” ou “Os Obstáculos”. Os autores europeus pendem para o aspecto positivo da carta que evidencia favorecimento, surpresas, perspectiva, oportunidades, boa sorte, bom augúrio, esperança, abundância, sucesso e riqueza.

Então, como interpretar a carta Trevo? Sempre de acordo com a iconografia do baralho em uso, mas também com atenção no contexto, pois quando se trata de um assunto relativo a jogos de azar, por exemplo, mesmo com a ilustração nacional de troncos e de pedras, o Trevo revelará êxito. A prática com as cartas é fundamental para fazer as distinções.      

Valéria Fernandes

04/02/2017



03/02/2017

Cigana do Dia


Desconheço autoria da imagem. 

02/02/2017

Cigana da Praia – Saudação a Iemanjá



01/02/2017



31/01/2017

Cigana do Dia


30/01/2017

A malícia da Criança


Simbolicamente a carta Criança do baralho cigano representa a inocência e as características infantis relacionadas ao estágio anterior ao pecado. Na bíblia vê-se a máxima de Jesus sobre as crianças: “Deixai as crianças e não as impeçais de vir a mim, pois dela é o Reino dos Céus”, alusão nítida à verdade, à pureza, à sinceridade, à transparência e à simplicidade natural. Entretanto, nesta mesma lâmina, existem características de maledicência pouco vista para quem não se aprofunda nos estudos.


A carta Criança representa uma pessoa que, de maneira racional, dar às costas para outra com a finalidade de se mostrar desligada quando na verdade é a simulação que a leva a “esquecer” o que precisa ser feito. Neste aspecto, a carta Criança mostra alguém fugindo dos embates da vida apenas para não se desgastar. Não se trata do aspecto natural pueril e desatento de uma criança, mas da personalidade diplomática e maliciosa que utiliza artifícios para não se colocar diante dos outros com a sua verdadeira essência que poderia desagradar de algum modo ou fazê-la assumir seus erros. Sem dúvida que a lâmina Criança tem muito da carta Raposa.  

Valéria Fernandes
Carta Criança do Tarô Cigano

29/01/2017

 Beleza Cigana - Cores e Brilho


Com essas últimas seis telas montadas finalizo a "Exposição de MFisher" que evidencia não só a essência reluzente das ciganas, mas também traduz o encanto das cores e das formas que a artista compõe através de seu olhar singular.   

Valéria Fernandes 

28/01/2017

 Jóias e Brilho Inspiração Cigana



27/01/2017

Carta Pássaros – Vozes Mentais


Os Pássaros que simbolizam alegria, leveza, descontração e liberdade são os mesmos que representam um estado mental de aprisionamento vindos do desassossego e dos tormentos psíquicos. A lâmina 12 do baralho cigano adverte sobre as dificuldades de entendimento, sobre as ideias desconexas, sobre a impaciência e o nervosismo. Fala das vozes mentais que não calam, dos barulhos interiores que tumultuam a ponto de desequilibrar o sono, de causar desajustes de atenção e de concentração.

Valéria Fernandes
A tela está assinada.

26/01/2017

Cigana da Praia


25/01/2017

Adereços Ciganos 


24/01/2017

Cigana do Dia




23/01/2017

Brilho e Adereços - Estilo Cigano


Em meio as demais, a mulher cigana se destaca não só por suas vestimentas longas, rodadas e coloridas, mas principalmente pelos acessórios que adornam sua beleza. Anéis, brincos, pulseiras, colares, medalhas, blindes, tiaras, lenços, flores e rosas são peças que assinalam a identidade cigana - sem dúvida é o brilho externo que traz à tona a exuberância e a essência reluzente de cada uma.



Reuni dezenas de pinturas da artista Margaret Fisher e as montei sobrepondo-as com intuito de apresentar ou inspirar estilo, sem pretensão de afirmar que a pintora se dedique a arte cigana, pois ela o faz tão naturalmente, que desconheço outras telas que apresentem tanta riqueza em pedrarias, em cores e em formas; peças que não deixariam a desejar às ciganas indianas, espanholas, brasileiras ou de qualquer outra nacionalidade.

Durante a semana farei postagens alternadas com as das pinturas de MFisher, sempre com títulos referentes a adereços, brilho, cores, beleza e estilo ciganoQuem aprecia o charme inspirador das ciganas  deve acompanhar.  

Valéria Fernandes


22/01/2017